Como utilizar a metodologia scrum em gestão de projetos?

3 minutos para ler

Finalizar projetos dentro do prazo, com certeza, é um desafio diário da maioria das empresas e de suas equipes. Contudo, em meio a milhares métodos de gestão de projetos temos a metodologia scrum, que vem se mostrando bem útil no gerenciamento de projetos, principalmente os tecnológicos.

Desenvolvida em 1990 por Jeff Sutherland e Ken Schwaber, scrum é uma metodologia bem ágil para gestão e planejamento de projetos, e pode ser aplicada em diversas áreas.

Diferente dos outros métodos tradicionais, em que o projeto é inteiramente planejado e elaborado e a entrega ao cliente acontece somente ao final de tudo, no scrum um projeto é dividido em diferentes ciclos de entrega, os Sprints. Esse tipo de entrega garante o acompanhamento mais de perto e possibilita que erros sejam corrigidos.

Então, quer entender melhor essa metodologia scrum? Continue a leitura e confira como utilizá-la em seus projetos!

Termos usados na metodologia scrum

Toda metodologia é recheada de jargões e termos técnicos próprios. Logo, para aplicar o scrum corretamente é importante saber o que os principais de seus termos significam. Vejamos:

Sprint

Esse é o nome utilizado para cada ciclo do projeto a ser desenvolvido. Normalmente, eles são mensais.

Product Backlog

Esse é o nome dado para o conjunto de objetivos de um projeto. Em um projeto de desenvolvimento de software, por exemplo, é o nome do pacote de funcionalidades que deverá ser implementado naquele projeto.

Daily Scrum

Trata-se da reunião diária para acompanhamento do projeto. A ideia é que a equipe se reúna diariamente para discutir as atividades que já foram realizadas, compartilhar o que aprenderam até essa etapa, identificar possíveis obstáculos para que o prazo seja cumprido e priorizar as atividades do dia.

Como se dá a sua aplicação

Um dos primeiros e mais importantes passos do scrum é definir os papéis de cada colaborador. Basicamente, três papéis são fundamentais: o Scrum Master, o Product Owner e a Equipe de Desenvolvimento.

  • o papel do Scrum Master é garantir que a metodologia está sendo seguida;

  • já o Product Owner (PO) define as características do produto e conhece o negócio — é a pessoa que a faz a ponte com o cliente, ou o próprio cliente;

  • a equipe de desenvolvimento, por sua vez, está focada em desenvolver o produto.

Dentre os princípios que regem a metodologia scrum, um dos principais é a transparência. Todos na Equipe precisam saber o que está sendo feito, o que já foi executado e qual é o objetivo do trabalho. Por isso, deixar todo esse processo bem visual facilita o entendimento de todos.

Quanto a isso, uma boa ideia pode ser usar um quadro scrum, ou seja, um lugar — como um quadro branco com post-its, por exemplo — em que é organizado o Backlog para que todos da equipe consigam visualizar as tarefas.

Além disso, o Daily Scrum (aquela reunião diária, geralmente com duração de 15 minutos) garante que o time possa avaliar o andamento da sprint e definir novos passos e prioridades do dia.

Enfim, se aplicada corretamente, com envolvimento do time, comunicação e planejamento, a metodologia scrum traz grandes chances para o projeto ser entregue conforme planejamento — ou mesmo com melhorias não previstas no início — e dentro do prazo.

E aí, gostou do nosso post? Então, aproveite agora para nos seguir a gente nas redes sociais e continue recebendo conteúdos como este! Estamos no LinkedIn e no YouTube!

Ebook Inteligência de MercadoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-