BI, Data Mining, Big Data e Data Lake: como diferenciá-los?

4 minutos para ler

BI, Data Mining, Big Data e Data Lake são termos cada vez mais populares no mundo dos negócios. Todos eles se referem ao uso de dados, mas cada um está ligado a uma maneira diferente de se fazer isso.

Business Intelligence, ou BI, é informar decisões do presente com dados históricos para entender os padrões que mais beneficiaram uma empresa. Data Mining é minerar os dados organizacionais para obter análises cada vez mais precisas. Já Big Data se refere a trabalhar com grandes conjuntos de dados. O Data Lake está relacionado a um tipo de repositório em que os arquivos são organizados em seus formatos originais para que possam ser utilizados pela empresa junto a essas tecnologias.

Todos esses recursos, usados de maneira independente ou combinada, ajudam a sua empresa a ser mais assertiva e compõem o Data Analytics. No artigo de hoje, você entende melhor como cada um deles impacta as organizações. Pronto para aprender? Então vamos lá!

Em que setores da empresa os dados podem ajudar?

Conseguiu entender a diferença entre BI, Data Mining, Big Data e Data Lake? Então confira como marcas utilizam esses recursos para se tornarem mais assertivas.

Diagnóstico médico preciso

Consultórios de ponta ao redor do mundo se valem, frequentemente, de tecnologias como o Big Data associadas à Inteligência Artificial para oferecer melhores opções diagnósticas e de tratamento para seus clientes.

O IBM Watson, pioneiro nesse aspecto, é um assistente virtual que ajuda a processar milhões de informações de pacientes e de páginas da literatura médica para entender exatamente o que se passa em cada caso.

Marketing mais eficiente

Data Mining é a principal tecnologia utilizada pelas empresas para aumentar a eficiência dos seus departamentos de marketing. Utilizando o recurso para analisar e entender padrões de consumo, organizações conseguem traçar perfis precisos de seus consumidores, identificar os canais que eles utilizam para se comunicar e até os influenciadores com maior capacidade de fazê-los comprar novos produtos.

Governança de dados

Os Data Lakes são muitas vezes referidos como as fontes do Big Data. É neles que ficam armazenadas as informações cruas utilizadas pelas grandes organizações para a tomada de decisão. Por isso, são tão relevantes para a governança de dados.

A criação de um Data Lake dá às empresas oportunidade de instituir um padrão de governança para as mais diversas situações e as ajuda a coletar, armazenar e administrar os dados de clientes em conformidade com leis severas como a LGPD.

Economia de recursos

Por último, não poderíamos deixar de mencionar um dos usos mais populares para o Business Intelligence: a redução de custos nas empresas, aumento da eficiência operacional, automatização de processos e apoio na auditoria dos dados entre outros.

Porque o recurso aumenta a visibilidade sobre os dados de múltiplos departamentos e centraliza a visualização deles em dashboards, ele é um grande parceiro para a identificação de gargalos que prejudicam a eficiência organizacional e ajudam a eliminar prejuízos em múltiplos processos. Desde o armazenamento e a reposição de estoque até a distribuição logística dos produtos comercializados por uma marca.

BI, Data Mining, Big Data e Data Lake são todos conceitos ligados ao uso de dados nos negócios e se referem a tecnologias, estratégias e recursos diferentes para processar e analisar informações a fim de tomar decisões melhores. Agora que você já sabe o que cada um deles significa, está pronto para dar o próximo passo e começar a utilizá-los na sua empresa.

Gostou de conhecer melhor BI, Data Mining, Big Data e Data Lake? Conheça a equipe da A10, que está pronta para atendê-lo e orientá-lo para os melhores serviços de Analytics.

Ebook Inteligência de MercadoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-