Afinal, minha empresa precisa de um engenheiro de dados?

minha empresa precisa de um engenheiro de dados
4 minutos para ler

Um engenheiro de dados é a pessoa encarregada de administrar plataformas (como NoSQL e Hadoop), atender as demandas de inserção e armazenamento de dados e desenvolver aplicações para análises especializadas.

Com o avanço da tecnologia, a Engenharia de Dados é uma profissão em alta, entretanto, muitos empreendedores ainda têm dúvidas se é uma boa ideia contratar um profissional para executar essa função.

Dependendo da quantidade de demandas relacionadas a dados e das infraestruturas utilizadas, um engenheiro pode ajudá-lo a lidar melhor com elas.

Confira, a seguir, como descobrir se é preciso investir nessa contratação e algumas dicas de como fazê-la com sucesso. Boa leitura!

Como um engenheiro de dados pode ajudar minha empresa?

Ao engenheiro de dados cabem tarefas ligadas à infraestrutura e à manutenção de sistemas e plataformas que permitem que a análise de dados seja estruturada. O papel do engenheiro de dados é dar suporte para que cientistas e analistas façam seus trabalhos com precisão e agilidade, por isso ele é tão importante para as empresas.

Em muitos casos, terceirizar a engenharia de dados é uma opção. Contar com a expertise de uma empresa que se dedica ao tema pode ajudá-lo a poupar dinheiro e administrar as necessidades do negócio sem muita complicação.

Nos grandes empreendimentos, entretanto, o engenheiro de dados é preciso. Ele pode oferecer suporte constante às operações e garantir que os dados da sua empresa sejam armazenados e estruturados com sucesso.

Qual é o momento certo para contratar esse profissional?

É indicado contratar os serviços de um engenheiro de dados, ou adicioná-lo à sua equipe, o quanto antes. Afinal, é ele quem definirá, construirá, oferecerá manutenção e testará os sistemas que serão utilizados pelos demais profissionais.

Como identificar o engenheiro de dados ideal?

O engenheiro de dados ideal possui o conhecimento técnico para lidar com a parte mais “pesada” da sua TI. Ou seja, ele possui alto know how em como servidores físicos e estruturas na nuvem funcionam, consegue apontar que equipamentos são mais adequados para as necessidades do seu negócio e sabe construir soluções para que a transferência de dados funcione de maneira otimizada.

Devemos lembrar que o engenheiro de dados é bem diferente do cientista. Em geral, ele é um ótimo programador e entende de estatística, mas o papel que executa dentro da organização não é o de aplicar técnicas analíticas.

Os melhores profissionais do mercado são, como em outras carreiras, pessoas proativas e motivadas. Ao fazer a contratação, todavia, é uma boa ideia falar sobre como funcionam as estruturas de dados utilizadas atualmente e explicar que categorias de informações são armazenadas nos sistemas. Isso lhe ajudará a discernir entre os candidatos para a posição, de acordo com as sugestões de melhorias que eles podem mencionar ao longo das entrevistas.

Que benefícios posso obter na contratação de engenheiros de dados?

Dentre as vantagens que a sua empresa pode conquistar na contratação de um engenheiro de dados as mais relevantes são:

  • contar com conhecimento especializado na área de dados;

  • encontrar alguém capaz de manter uma infraestrutura adequada para as informações da empresa;

  • delegar a responsabilidade na escolha e manutenção dos softwares utilizados em Big Data e Business Analytics;

  • adicionar um profissional proativo à equipe, pronto para fazer sugestões e melhorias por conta própria.

O papel do analista de dados e do engenheiro de dados é bastante diferente. Entender essas distinções o ajudará a encontrar o profissional ideal para integrar a sua equipe!

E aí, conseguiu entender o trabalho de um engenheiro de dados nas organizações? Agora, siga-nos no Facebook e fique por dentro dos temas mais relevantes quando o assunto é análise de dados!

blog_carreira de dadosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-